Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2006

Voto e democracia

Defendo a idéia de que em determinados momentos, quando percebemos que nosso voto não é necessário, abster-se é a melhor forma de participar de um pleito. Nestes momentos, cogitar a possibilidade da abstenção é contribuir para aumentar o grau de imprevisibilidade de uma eleição, tornando-a mais democrática.
Em nossa história podemos perceber que nem sempre a existência do voto garante a existência da democracia. Por isso, não sou contra o voto, mas naturalmente é preciso saber em que condições devemos votar. Devemos saber em que condições o voto se torna um instrumento eficaz de uma política racional e, consequentemente, represente as vantagens políticas e mesmo morais da democracia. E não estou me referindo aqui somente à eleição próxima para deputados, senadores, governadores e presidente da república, mas qualquer reunião institucional na qual nossos dirigentes queiram implementar uma gestão denominada de democrática. Quem não percebeu que em muitas destas reuniões, na qual somos co…