Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2008

Michel Foucault: Os corpos dóceis

Imagem
Não deixe de ver os links e aprenda mais sobre o texto de Foucault. Estudo do texto de:
FOUCAULT, Michel. Os corpos dóceis. In: Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987. 288 p.
TERCEIRA PARTE
DISCIPLINA

CAPÍTULO I
OS CORPOS DÓCEIS

Eis como ainda no início do século XVII se descrevia a figura ideal do soldado. O soldado é antes de tudo alguém que se reconhece de longe; que leva os sinais naturais de seu vigor e coragem, as marcas também de seu orgulho: seu corpo é o brasão de sua força e de sua valentia; e se é verdade que deve aprender aos poucos o ofício das armas - essencialmente lutando - as manobras como a marcha, as atitudes como o porte da cabeça se originam, em boa parte, de uma retórica corporal da honra:

Os sinais para reconhecer os mais idôneos para esse ofício são a atitude viva e alerta, a cabeça direita, o estômago levantado, os ombros largos, os braços longos, os dedos fortes, o ventre pequeno, as coxas grossas, as pernas finas e os…

Da modernidade à pós-modernidade: * história da metafísica , o retorno da fé

Imagem
Providência divina =====>Progresso ======> Niilismo



Na Idade Média acreditava-se na providência divina, na vontade de um Deus pessoal - uma vontade que não era a nossa - e tal crença no sentido da vida e da história parece que começou a diminuir no século XVI e XVII. Mas, em grande parte ainda, a crença na providência divina perdurou no mundo moderno. As crenças não se acabam de uma vez.

A partir do século XVIII passou-se acreditar cada vez mais que o uso da razão estaria sempre a serviço do progresso como sendo o sentido inexorável da vida. Mas, há ainda aí uma ligação entre a razão e a vontade de Deus que sempre parece querer o bem e a melhoria das coisas. A razão de Deus é o progresso. Em nome do progresso, a técnica e a indústria passou a cada dia mais fazer parte de nossas vidas. E, assim nos tornamos mais livres em relação a natureza.

Já no final do século XIX e principalmente no século XX, a decepção com a razão foi inevitável, e o que se viu não parecia mais ser um progress…

Tv Educativa On line

A Tv Educativa do Rio Grande do Sul, da Fundação Cultural Piratini, traz notícias, documentários, peças de teatro infantil, o programa Roda Viva e filmes. Acessando o site da fundação você pode ter acesso ainda a radio Fm Cultura 107.7, além de toda a programação da semana. Confira!

Políticas e planos educacionais: exigência de uma sociedade democrática.

Imagem
Como vem sendo construído a democracia depois do regime militar que durou de 1964 à 1985: este é o tema de um texto de Maria Ciavatta, professora da Universidade Federal Fluminense, em Niterói. Ou seja, a questão da autora é de como depois de 1985 vem sendo construído a democracia no Brasil. Para responder esta questão é preciso pensar, primeiro, diz ela, o que entendemos por democracia e, depois, examinar as políticas e planos educacionais no Brasil.

Uma sociedade democrática é aquela que ultrapassa as exigências formais de participação do povo em eleiçoes e incorpora as opiniões e os pedidos reais dos cidadãos às estratégias de decisões políticas. Isto é, os planejamentos numa sociedade democrática levam em conta as solicitações, necessidades e exigências do cidadão comum e não permanecem mais presos aos interesses de um grupo dominante, político ou econômico.

Depois de 1985 a sociedade vem ampliando as suas demandas por meio do aparecimento de novos sujeitos sociais oriundos de camad…

Eclipse lunar total hoje a meia noite

Imagem
O satélite natural vai ficar completamente sob a sombra da Terra, adquirindo uma cor avermelhada, em um espetáculo que poderá ser visto novamente desse modo apenas em 21 de dezembro de 2010.

A terra irá ficar por volta da meia noite entre sol e a lua: não deixando que os raios solares cheguem a lua, entretanto, a terra não consegue barra todos os raios solares e, por isso, a lua adquire uma cor avermelhada.


Veja imagem produzida por Marcelo Katsuki/Arte Folha da Folha Online e perceba porque a eclipse acontece.

Imagem mostra trajetória da Lua durante eclipse; fenômeno poderá ser visto a olho nu entre 22h43 e 2h09.

Detalhe: Aqui em Juiz de Fora não deu para ver nada,porque o céu ficou nublado e choveu muito toda madrugada.

184 livros on line - Grátis - Domínio Público

Clique nos links abaixo e acesse o site Domínio Público e baixe o livro que queira ler. Aqui você encontrará 185 livros selecionados, mas é possível encontrar outros. A maioria dos livros está em português, porém, você poderá encontrar alguns também em espanhol. Caso encontre livros que porventura estiver com um link quebrado, reporte usando os comentários abaixo. Aproveitem!
A Comédia dos Erros-William Shakespeare
Poemas de Fernando Pessoa-Fernando Pessoa
Dom Casmurro-Machado de Assis
Cancioneiro-Fernando Pessoa
Romeu e Julieta-William Shakespeare

A Cartomante-Machado de Assis
Mensagem-Fernando Pess
A Carteira-Machado de Assis
A Megera Domada-William Shakespeare
A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca-William Shakespeare
Sonho de Uma Noite de Verão-William Shakespeare

O Eu profundo e os outros Eus.-Fernando Pessoa
Dom Casmurro-Machado de Assis
Do Livro do Desassossego-Fernando Pessoa
Poesias Inéditas-Fernando Pessoa
Tudo Bem Quando Termina Bem-William Shakespeare
A Carta-Pero Vaz de Caminha

A Igr…

Revogação do Decreto 49172/2008, do Prefeito Gilberto Kassab, de São Paulo, que extingue 4 Bibliotecas Públicas da cidade

Revogação do Decreto 49172/2008, do Prefeito Gilberto Kassab, de São Paulo, que extingue 4 Bibliotecas Públicas da cidade

Assinem o pedido encabeçado pelo professor Edmir Perrotti

Nós, abaixo-assinados, solicitamos a revogação do Decreto 49.172/2008, do Prefeito Gilberto Kassab, que extingue 4 (quatro) bibliotecas infanto-juvenis e pedimos a abertura de mais bibliotecas na cidade de São Paulo.

Assinem o pedido

Mesmo que você não seja de São Paulo assine. Use este abaixo-assinado para mostrar que você reconhece a importância de manutenção e criação de espaços públicos para a cultura e para a educação.

Teoria, História e Historicismo

Imagem
Na parte III do livro de Ludwig Von Mises, Teoria e História (1957), no capítulo 10, intitulada problemas epistemológicos da história, o autor apresenta uma discussão sobre o historicismo.

Diz o texto que o historicismo começou no final do século XVIII como um movimento conservador, anti-revolucionário, mas logo se aliou ao movimento revolucionário de orientação socialista e aos movimentos nacionalistas radicais. Apesar da importância política desses movimentos, o historicismo não os constituem , mas apenas é um elemento acessório a eles. De modo que, não podemos dizer que todos que valorizam antigos costumes e instituições são historicistas. O historicismo é uma doutrina epistemológica e assim deve ser encarado.

A tese fundamental do historicismo é a proposição que, para além das ciências naturais, matemática e lógica, não há conhecimento, mas apenas o que foi fomentado pela história. Isto quer dizer que para o historicismo não há nenhuma regularidade na esfera da ação humana.

Se não…