Médicos de família e agentes comunitários não possuem ainda vínculo empregatício em Juiz de Fora

Notícias

+ notícia da câmara dos vereadores

 A Câmara Municipal vai se empenhar para resolver a situação do vínculo empregatício precário dos agentes comunitários de saúde e médicos de família, ora contratados pela Amac. Em no máximo 90 dias a minuta do projeto de lei que trata da questão chegará à Câmara e será avaliada com cuidado. O projeto, que passa por análise jurídica na Procuradoria Geral do Município, é produto de uma integração de forças de representantes das categorias envolvidas, do sindicato dos servidores públicos (Sinserpu) e do Conselho Municipal de Saúde, com participação do vereador José Sóter de Figueirôa Neto, proponente da audiência pública que tratou do tema no Legislativo

Tags: Câmara dos Vereadores, Juiz de Fora, Trabalho, Política
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto de pesquisa: o que é hipótese e marco teórico

Projeto de pesquisa: construindo o marco teórico

História do Direito: O direito grego antigo.