Em assembleia do sindicato, os professores votaram hoje indicativo de greve em Juiz de Fora

Hoje, dia 04 de julho de 2009, em assembleia na Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora, os professores da rede particular de ensino votaram pelo indicativo de greve. Havia cerca de 200 professores. No dia 15 de agosto de 2009 a categoria voltará a se reunir para decidir a paralização total das atividades. Além do reajuste salarial que até agora não foi acertado, os professores lutam para manter os direitos garantidos pela convenção coletiva.

Após quase 20 rodadas de negociações, a representação patronal – SINEPE SUDESTE, apresentou um conjunto de propostas que desvaloriza irremediavelmente a Convenção Coletiva de Trabalho, procurando alterar ou extinguir sumariamente cláusulas conquistadas pela categoria ao longo de duas décadas. O Sindicato Patronal insiste em dizer que já não existe mais essa Convenção. Com esse argumento querem construir uma outra convenção retirando cláusulas importantes que garantem uma série de direitos trabalhistas para os professores.

Os professores devem ficar atentos e participar das próximas assembleias porque está comprovado que o sindicato patronal quer retirar os nossos direitos.
Leia
a Chamada clicando nas duas imagens abaixo.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto de pesquisa: o que é hipótese e marco teórico

Projeto de pesquisa: construindo o marco teórico

História do Direito: O direito grego antigo.