Italiano acusado de abusar da filha em Fortaleza já deixou o Brasil


Foto de um site contra a descriminalização do usuário de drogas usando o argumento da proteção da criança

O assunto hoje em dia é a descriminalização. A descriminalização volta a ser a solução para alguns problemas crônicos vividos por muitas pessoas no Brasil.

Apoio a descriminalização de muitas pessoas que estão na cadeia no Brasil atualmente sem precisar. Apoio a descriminalização do usuário de drogas. Deveriam estar em outros lugares. Clinicas, comunidades de ajuda, associações, em grupos de redução de danos. E muitos deveriam estar em suas casas, pois na verdade não fizeram nada que merecesse um tratamento especial.

Do mesmo modo, apoio a descriminalização da pedofilia. Não vejo benefício nenhum em criminalizar uma prática doentia, que merece cuidados especiais e especializados.

Hoje, por volta das 16 horas o italiano acusado de abusar da sua filha deixou o país. O processo contra ele continua. E o debate em torno da lei anti-pedofilia promete esquentar no Brasil.

A lei dá margem a uma interpretação abusiva e leva a um tratamento somente penal, tornando crime a pedofilia, o que para muitos críticos da lei é apenas doença e deveria ser tratado como doença e não como crime. Inicia-se no país, um mês depois de aprovado a Lei 12.015, um movimento de descriminalização da pedofilia.

Além disso, a lei conduz o país a uma onda de denuncismo muito perigoso, na qual o controle de práticas naturais de carinho e afeição são confundidas com assédio sexual, abuso e estrupo. Alguns críticos alegam que a onda de medo provocada pela aplicação da lei, que prevê 8 a 15 anos de prisão, poderá conduzir o doente a uma violência ainda maior contra a criança.

Criticos mais ferrenhos citam o Big Brother de George Orwell e Kafka para tipificar a situação que essa lei pode gerar no país, referindo-se à situação de que a lei expressa dispositivo muito exagerado de controle do comportamento dos indivíduos.

Não importa a posição de cada um, o assunto merece a atençao de todos. E todos deveriam opinar para que possamos chegar a práticas mais sensatas do que essas que a muito tempo somos obrigados a presenciar no Brasil. Levando todos a viver melhor. Cuidando melhor dos doentes, protegendo melhor os indivíduos e prendendo menos as pessoas. Diminuindo a violência.

FONTE: Agência Brasil
16 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto de pesquisa: o que é hipótese e marco teórico

Projeto de pesquisa: construindo o marco teórico

História do Direito: O direito grego antigo.