Diálogo entre um defensor do projeto ficha limpa e um democrata

O defensor do projeto ficha limpa - Temos que acabar com a corrupção e prender esses políticos corruptos. Nós precisamos de gente honesta na politica e bandidos na prisão e não o contrario.

Um democrata -  Concordo. Precisamos educar, informar e fiscalizar mais os atos de nossos políticos. Não permitir a reeleicão. Devemos repensar a necessidade da reeleicão como meio de só beneficiar determinados candidatos ou partidos. Devemos punir aqueles que roubam e vendem vantagens usando o cargo público para ganhar vantagens e não para promover o bem público. E mostrar a população que devemos votar em pessoas que demonstram ser honestas.

O defensor do projeto ficha limpa - Que é isso! Não! O povo não sabe votar. Se deixamos a decisão na mão do povo vamos continuar com esses políticos que só roubam e ficam ricos as nossas custas. Temos é que impedir que eles se candidatem e assim, só assim não corremos o risco desse povo incompetente de votar errado. Temos é que filtrar os canditados e apresentar ao eleitor só aqueles canditados que os juízes, também nossos representantes, decidiram que podem ser candidatos. Que não são ficha suja, entende. Só assim.

Um democrata - mas não corremos nenhum risco deixando os juízes filtrarem o nosso voto demasiadamente?

O defensor do projeto ficha limpa - Risco corremos se deixamos que o povo vote em qualquer um.


Um democrata -  Hum! Não sei não, mas toda vez que me dizem que o povo não está preparado para exercer a democracia, pergunto: e quem está preparado para ser ditador?


Atualizado em 09/08/2010 para apresentar a opinião de um ex-ministro do STF que acabei de ler.
'Lei da Ficha Limpa põe em risco o estado de direito' Eros Roberto Grau. Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal
Não deixe de ler também os comentários da notícia no Estadão. Os defensores da lei estão também lá.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto de pesquisa: o que é hipótese e marco teórico

Projeto de pesquisa: construindo o marco teórico

História do Direito: O direito grego antigo.