Denúncia reflete indignação contra aumento de IPTU por decreto em Juiz de Fora

AQUELE QUE NÃO LUTA POR SEU PÃO, 
JAMAIS PODERÁ RECLAMAR QUE ESTÁ COM FOME.”

DENÚNCIA

Vimos presentemente denunciar a deselegância do Prefeito, que posicionando na contra mão dos interesses da população juizforana quando decreta o aumento do IPTU de maneira unilateral bem como autoritariamente. Diga-se de passagem, que a falta de sensibilidade deve-se ao fato de que esta “proposta” de aumento emitida pelo Executivo foi vencida por unanimidade no dia 15/12/2010 em sessão que contou com a presença de grande número de contribuintes, sindicalistas, movimentos sociais, representantes das centrais (CUT, CGTB), entre outros.

Faz-se mister esta denúncia, para uma reflexão do que tem sido a administração Custódio de Mattos. O nosso sentimento é de total indignação diante de um desgoverno que obra em prol de interesses partidários (com conotação pessoal) em detrimento dos interesses coletivos, uma vez que os próprios aliados (vereadores que compõem a base aliada do prefeito) votaram contrario a mensagem de aumento emitida por ele mesmo.

É um presente de Natal e Ano Novo que o Prefeito Custódio Mattos , espertamente nos oferece no instante que estamos comemorando o Natal e Ano Novo. Olha, é tão desprezível o presente que não agrada nem gregos e nem  troianos, somente agrada a ele, estranho não é?
Percebemos na indignação da população, que nos tem cobrado atitudes contra este autoritarismo, que já não aquentam mais 2 (dois) anos de administração tucana. Chegando mesmo a fazer apologia a uma desobediência fiscal.

O que vemos da administração tucano nada mais é que um desmonte de alguns setores de prestação de serviço público, mediante terceirização, privatização, entre outras ferramentas que sucateam os serviços públicos.

Não registramos melhoria e nem empenho em solucionar o problema do transporte público, saúde, educação e etc..

Verdadeiramente o Prefeito Custódio Mattos pratica a política do PSDB, que trás em seu projeto de governo o neoliberalismo, a privatização e a submissão ao Fundo Monetário Internacional. É um projeto vencido nas urnas no último pleito.

Ainda assim, o aumento decretado pelo Prefeito não nos tira o gozo de uma vitória honrosa, pois o que queria o Executivo era um aumento de 10%, redução nos desconto para pagamentos a vista, entre outros e só conseguiu a reposição do IPCA em percentual de 5,68%, POR DECRETO.

Registramos aqui uma verdade inconteste: a mobilização do povo faz a revolução acontecer.


Reginaldo de F. Souza
Diretor Formação Sindical
       SINTECT/JFA
Diretor  CUT/REGIONAL
    ZONA DA MATA
Cel. (32) 8857 1054






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto de pesquisa: o que é hipótese e marco teórico

Projeto de pesquisa: construindo o marco teórico

História do Direito: O direito grego antigo.